Os Aneis

Os Aneis

31 de Maio de 2011

Um Caminho Espiritual

Eu já tinha ouvido falar de 3 anéis, e dizem que as mulheres “usamos” um deles, sendo que as vezes os poderíamos trocar ao longo da vida.

Eles seriam o Anel da Mártir, o Anel da Santa e o Anel da Bruxa, sendo que foi este último que chamou minha atenção para esta questão.

Lendo o Rosário da Deusa, e fazendo o trabalho interno como corresponde (post pendente) achei que eu estava usando o Anel da Mártir.

Depois de tempo pensando no assunto esperei que as Bruxas ou algum dos seres espirituais que me acompanham me dessem alguma informação sobre isso.

Pois um dia destes me falaram que são 4 aneis e não 3, e que como todo o resto do conhecimento este também tinha chegado em partes e mais ou menos certo.

Também os relacionaram para mim com os “Círculos de Proteção”; seguindo pela ordem pelo qual se fazem o 1º seria o Anel da Mártir, o Circulo Dourado do Amor Eterno.

Alianzas - O Anel da Mártir

Este anel se relaciona com o amor Maior porque a Tradição diz que antes de casarmos com outra pessoa, temos de nos casar com nós mesmos em nossas “terras interiores”, e somente depois disso, depois de ter encontrado o Amor Maior e vibrar em sua tônica é que podemos ou estamos aptos a compartir uma vida a dois, uma vida com outro ser humano que também deveria ter feito o mesmo.

Obviamente e sendo assim, essa é uma relação que se tornaria “eterna”porque seria sagrada para os dois, e um viveria por e para o outro, cada um recebendo mil vezes o que deu, sem ter que se preocupar consigo mesmo, pois “tudo lhe seria acrescentado, dado, doado”.

Em um casamento ou numa relação no qual os dois usassem o Anel da Mártir, o egoísmo não teria vez, pois ele teria se dissolvido no “Circulo Sagrado do Amor Eterno”.

O par de alianças entrelaçadas, símbolo desta união que vibra na tônica do Amor Maior, do Amor Incondicional, também é o símbolo do Infinito, o símbolo daqueles que estão em íntima conexão consigo mesmos e com o outro, assim como com o Todo.

Segue o “Circulo Sagrado da Paixão pela Vida”, e ele é vermelho.

Este circulo se relaciona com o “Anel da Donzela” e com a Pedra Filosofal; este anel seria o que restou do conhecimento como o Anel da Santa, da pura.

Lia Fail - O Anel da Donzela

A Lia Fail ou Pedra Filosofal, o que se diz dela é que ela transmuta os metais em ouro e os defeitos em virtude; é lógico que o requisito para aceder à magia da pedra, antes seja preciso transformar nossos defeitos em virtudes.

O fato de vibrar na tônica do Amor Maior não nos torna “virtuosos”, mas somente sem egoísmo; então é correto fazer 1º o Circulo Sagrado do Amor Eterno e depois o Circulo Sagrado do Desejo e da Paixão pela Vida, porque se não aprendemos a nos amar, se não nos amarmos, não poderemos amar os outros.

Este Anel, o da Donzela tem um nome corretíssimo quando falamos nele como círculo, pois é nesta fase que vivemos a pleno junto com o outro a paixão pela Vida, porque a energia do Amor Maior quando compartilhada é pura adrenalina, é loucura e desejo, é vontade pura.

E nesse momento por um ato de vontade pura, de desejo e de paixão, os dois seres que vibram na tônica do Amor Maior, geram a vida, dando origem a outro ser humano.

Por isso o Anel da Donzela, também é considerado o anel da Mãe.

Depois disto vem o “Circulo Sagrado das Estrela no Infinito”, que se relaciona com o Anel da Bruxa.

Saturno - O Anel da Bruxa

Ele é azul, e o enlace dele com o anterior é Binah, a Mãe Universal; por isso a Bruxa é sábia, porque ela conhece os Arkivos Akashicos que estão localizados em Binah; por isso ela conhece a Historia da Criação, por isso também conhece os chamados “demônios”, que são os Tronos que guardam os Arquivos Akashicos.

Pela relação com Saturno, o chakra mundano de Binah, este anel tem uma esfera azul índigo em cima.

Finalmente, aqueles que tem a sorte de recorrer de forma correta o Caminho Sagrado, chegam e tomam posse do 4º Anel, que é a confirmação do seu Caminho Espiritual.

Deste Anel não se fala, somente dos outros 3, talvez porque o conhecimento havia sido soterrado até que todos esquecemos, e agora que estamos na busca de novo, ele reaparece em meio ao “resgate espiritual” que está sendo feito.

Este 4º Anel é o Anel da Deusa e se relaciona com o último circulo feito: Arión, o Sagrado Fogo da Criação!

Este Anel representa um caminho que se inicia num único ponto, no centro de nosso mundo conhecido e se dirige ao Infinito, atravessando nosso mundo e a nós mesmos.

O Anel da Deusa

O encontramos em um símbolo rúnico parecido com a letra “A” do nosso alfabeto; também podemos considerar que este caminho se origina em nosso próprio centro, em nós mesmos.

Na mitologia rúnica, este símbolo representa a realização de todos os desejos, e esta absolutamente correto, já que é o Anel da Deusa, da Mãe Terra, da Grade Mãe.

Além disso, antes de chegar nele, teremos nos livrado de nosso egoísmo, estaremos vibrando na tônica do Amor Maior, termos dado vida a outro ser através do desejo e da paixão pela Vida mesma por um ato de vontade pura, e teremos alcançado a Sabedoria, o conhecimento dos Segredos da Criação, de como tudo se originou.

Mas este Anel não surge simplesmente da fusão e da soma do que aprendemos com os outros 3 anéis; pois depois de “forjado” dentro de nós pela união e pela vência que os anteriores nos trazem, é preciso levar estes 3 anéis ao Fogo da Criação para que seja fundido e transformado num único Anel: o Anel da Deusa!

O Fogo da Criação, Arión, se acende quando a Sabedoria e o Amor Maior se “casam”em nosso interior, dando origem a compaixão.

Este sentimento, este “casamento” se relaciona com Daath, chakra cujo símbolo é o Sol e a Lua juntos, unidos numa eterna dança de Amor por nós e pelo outro, pelos outros, pelo Todo.

O chakra mundano de Daath é Vulcano, um planeta de puro fogo, o Fogo da Criação!

Hoje com o desaparecimento de Vulcano, é Plutão o planeta que ocupa o lugar de Daath na Árvore da Vida.

Plutão é um planeta regido pelo Elemento Água, e então temos aí o motivo de que o símbolo do Fogo da Criação seja o Sol e a Lua, Fogo e Água.

Sol e Lua - O Anel da Deusa

Sendo assim, o Anel da Deusa tanto pode ser a “Letra da Deusa” como o Sol e a Lua juntos numa fina peça de ourivesaria.

Sobre os dedos onde devem ser usados, seria o Anel da Mártir no anelar, no dedo do casamento, o Anel da Donzela no dedo mínimo, o Anel da Bruxa no dedo médio, o dedo regido por Saturno, e o Anel da Deusa no dedo índice.

Sobre em qual mão…teria que ser na mão na qual se usa o anel do casamento, mas varia de país a país; sendo assim cada um deve descobrir essa informação por si só.

Rememorando minha experiência com os Anéis

Aos 15 anos de presente de aniversário, minha madrinha em deu um anel; era ua rosa de ouro com as pétalas separadas e um rubi no centro; o Anel da Donzela!

Aos 16 anos, o que foi meu marido me presenteou com a aliança de casamento: O Anel da Mártir!

Quando encontrei minha Bruxa, aos 34 anos, eu comprei o Anel da Deusa porque era um símbolo rúnico, era uma anel de prata.

Aos 42 anos, meu namorado me de um anel de prata com uma esfera azul, como presente de compromisso: O Anel da Bruxa!

Tudo estava lá, fisicamente na minha vida, mas tudo misturado e fora de ordem porque eu não sabia destas coisas.

Somente hoje aos 51 anos é que compreendi os ensinamentos deste Caminho Espiritual.

15 Anos

– O Anel da Donzela, quebrou uma pétala, e meu namorado da época, que morava noutra cidade levou para arrumar e nunca o devolveu para mim.

– A aliança de casamento a vendi muito antes de me separar porque já não queria mais a relação, mas menti que havia perdido.

– O Anel da Deusa o emprestei para um namorado porque ele o adorava e nunca mais o pedi de volta.

O Anel da Bruxa caiu a pedra e depois nas mudanças de casa também o perdi; penso que não dei valor a estas jóias porque não sabia o seu significado, e acho que tudo aconteceu porque não era hora de tê-las.

Mas assim como chegaram antes, vão chegar de novo na hora certa.

Imagens: jeffbelmonteGopala


Technorati : , , , , , , , ,

17 comentários

Página 1 de 1
  1. Valéria
    Valéria às | | Responder

    Oi Débora td bem…boa noite, muito interessantes suas exposiçoes como sempre, sempre quis ter um anel diferente
    andei por esses dias procurando de prata, pois gosto de prata, mas além de serem bem caros dificilmente acho algo que tenha signifcado especial.Vc sugere algum lugar no qual posso encontrar.Obrigada sempre….beijos

    1. Debora Rocco
      Debora Rocco às | | Responder

      No pé do post, onde diz imagens, clique na palavra Gopala, e irá a um site que vende o Anel da Deusa por R$ 20.00

      Não posso validar a seriedade do site porque nao conheço o pessoal de lá, mas acho que vale a pena conferir.

      Os outros aneis pode encontrar no Mercado Livre, tanto do Brasil como do Uruguai, e a bom preço, mas tem a questão da entrega.

    2. val
      val às | | Responder

      oi Valeria meu nome também é Valeria, não sei aonde vc mora, mas eu moro no rio de janeiro e posso te indicar lugares legais com aneis bem diferentes pois sou apaixonada por aneis e aonde chego faço sucesso, não que me importe com isso pois os escolho por paixão mesmo. Ai vão as lojas: palácio da prata( em copacabana), cheia de graça( CITTÁ AMERICA SHOPPING), ziza( rua da alfandega e loja TOBA também por ali, dentre outras. Uma colega minha uma vez me perguntou onde eu conseguia comprar aneis tão diferentes. Eu apenas ri. A verdade é que quando vc realmente ama algo vc simplismente encontra é como ima é uma busca pessoal de realisação e não uma necessidade de se chamar a atenção, porque pra mim a opinião dos outros não importa e sim o que eu sinto, falo isso, porque uso muitos aneis e todos são mágicos pra mim porque me dizem algo e é assim que tem que ser, vc tem que olhar pro anel e dizer É ESSE. bjs… boa sorte

  2. Márcia
    Márcia às | | Responder

    Olá Débora! Saudações …
    Ao ler suas observações me veio as seguintes lembranças, que por algum motivo desejo compartilhar com você:
    aos 13 anos – anel da Donzela
    aos 20 anos – anel da Buxa
    aos 21 anos – anel da Mártir
    aos ?? anos – anel da Deusa
    ou seja, um anel de ouro com rubi que tenho até hoje, um anel de topazio azul e prata, e cuido com carinho até hoje, uma aliança de casamento desfeito 9 meses depois de realizado, e um anel que ainda não encontrei …
    Obrigada

  3. Márcia
    Márcia às | | Responder

    Débora, só para completar, tenho vários anéis, topazios, citrinos, ametistas, rubis, esmeraldas … todos com um fim!
    Obrigada

  4. elisabeth
    elisabeth às | | Responder

    Adorei a historia. Tenho alguns aneis que não tem o menor valor financeiro. Porém, para mim, são muito valiosos. Já que cada um dels representaram um momento muito importante na minha vidal. O momento da deusa, quando me sentia suprema. O momento da donzela, quando me senti desprotegida e apareceu alguém que me progeteu. O momento da bruxa, quando falava e não me escutavam e depois me deram razão. Também tive o momento da martir. Penso que esse momento é o que perdura, já todos temos a tendencia a nos sentirmos martires.

  5. leoni lezama
    leoni lezama às | | Responder

    eu acho muito interessante tudo o que se refere a bruxas e fadas gosto muito tudo que é natureza que se faz o bem amo a vida amo osm animais tudo o que se refere a vida natureza

  6. Sandra Regina
    Sandra Regina às | | Responder

    Certa vez em uma loja, um anel me chamou a atenção, então o comprei; era uma lua crescente de pedras pretas e que durante um período me inspirou, depois ele perdeu uma pedra e dei a uma amiga para consertar, ele não retornou. Será que chegou ao fim a sua função? Bem, agora estou aguardando um sinal do destino… Sou uma bruxa? Receberei o anel que sinaliza e energiza esse poder de amor e doação? Continuo aguardando.

  7. Ever
    Ever às | | Responder

    Débora, eu queria saber se uma garota de 13 anos tem capacidade para entrar no mundo da Bruxaria. Pode me ajudar ? Obrigada 😀

  8. vero
    vero às | | Responder

    ola Debora es muito nova para saber sobre bruxarias.

  9. karol
    karol às | | Responder

    ja tive um Anel da Bruxa andava cm ele sempre ate q um dia ele simplismente sumiu….ele me dava força parecia q me fazia bem ….

  10. núbia ribeiro costa
    núbia ribeiro costa às | | Responder

    tenho varios anéis mas nenhum desses se eu entendi eles tem q vir ate nós por intermedio de alguém sim ou não?

  11. jhade
    jhade às | | Responder

    eu tenho o anel da donzela e o da bruxa meu nome e jhade liz e sou uma bruxa um pouco novata e adorei conhecer vcs thau.

  12. cris
    cris às | | Responder

    Adoro o tema, acho que todas nós devemos conhecer nossa magia interior, acredito realmente que ela existe, basta conhecer e ,principalmente reconhecer os sinais quando apartecem.

  13. GUSTAVO DVORANOVSKI QUADROS
    GUSTAVO DVORANOVSKI QUADROS às | | Responder

    Boa noite, comprei um anel da deusa mas estou na dúvida de como usar, o sentido dele, o ^ ou no sentido contrário, e em qual de é melhor usar?

  14. Simone Bruscato
    Simone Bruscato às | | Responder

    Adorei, todo o texto.
    Realmente, existem, muitos caminhos, mas temos que respeitar a lógica, da deusa e do deus.
    Por isto, valorizei, muito, estes, escritos.??.

Deixe seu comentário