A Magia da Maçã e o Pai Nosso

Photobucket

Uma Grande Ode à Mulher

Olhando o gráfico acima, da Árvore da Vida, podemos ver o fluido vital recorrendo o corpo humano, e depois de chegar ao chakra Adjna, na 4° esfera, se comunica com o chakra Coronário, na 1° esfera do próximo corpo.

E assim sucessivamente, até completar o recorrido pelos quatro corpos, sendo o corpo espiritual o último, o que mostra que a 3° visão se dirige aos planos mais elevados de consciência, quando recorremos o sendeiro mágico, ou pode ir no sentido inverso quando não o fazemos.

Também vemos que normalmente os que recorrem o Caminho, “viajam” em ambos sentidos, tanto trazendo conhecimento para o mundo, como indo buscá-lo, nos planos mais elevados.

O gráfico numero 3 é um pouco mais complicado de explicar; é o mesmo recorrido, mas feito de outra forma; gráfico que para mim, deixa clara a historia de Adão e Eva, e a questão da maçã, com a Serpente no Paraíso; obviamente uma lembrança física sobre a realidade da Criação.

Isto explica eloquentemente a tão célebre frase dita pela Serpente a eles:

“Não morrereis, sereis como Deuses” (ou algo assim) imortais?

Obviamente que sim, imortais, depois da União, depois da Reintegração Final, de nós com nossa outra parte.

União que tanto é de nossa parte feminina (anima) com nossa parte masculina (animus), como de cada um de nós, com nossa outra parte, que não é nossa alma gêmea, mas osso é outra historia, para falar em outra ocasião.

Estes são os gráficos que mencionei:

Photobucket

Agora segue o mais interessante, observando o gráfico n° 2, e confrontando-o ou meditando sobre o Pai Nosso em Hebraico e os Chakras e as esferas da Árvore da Vida, se pode ver claramente o seguinte:

O gráfico número 2 é similar, é semelhante a um útero com os ovários e o canal vaginal, terminando na esfera Tiphereth, planeta Sol, por isso se diz ou se dizia “dar a luz”, quando nacemos.

Por esse motivo explicarei o que se esconde por detrás das palavras do Pai Nosso, traduzindo seu significado do hebraico para o espanhol; as frases em azul são do Pai Nosso em portugués e as que estão em negrita é uma tradução antiga do pai nosso original em hebraico, conservando os nomes ortiginais nessa lingua, pois são palavras de Poder.

Pai Nosso que estas no Céu:
* Ho! Yod Criador que estas em Ain Soph
(Óvulo) (útero, Ain = principio da formação de óvulos)
Soph=existência concreta do Poder

O Ain Soph, se situa acima da esfera Kether, são as nevoas da Criação; alguns Cabalistas acreditam que essas nevoas são, macro cosmicamente falando, a Nebulosa, onde aconteceu a explosão que deu origem ao Universo.

Santificado seja Teu Nome:
*Que Kether Teu Verbo, seja santificado
(Coroa, pélvis (Verbo – tempo, idéia, sonido) Por isso se diz que o bebé está (seja consagrado, fecundado)
coroando, no momento
do nascimento pelos ossos da pélvis)

Seja feita Tua Vontade, assim na terra como no Céu:
*que Ieve, Tua Lei cíclica, reine em Malkuth como reina em Kheter
(manifestação ( mundo físico) ( pélvis, ventre)
potencial do óvulo;
nascemos com todos,
predeterminada a
quantidade)

O pão nosso de cada dia dai-nos hoje
*Que Tiphereth , Esplendor de Teu Reino, emita Seus Raios
(canal vaginal) (Sol ) (mundo físico) ( Luz, nascimento)

Perdoa nossas dívidas coo perdoamos aos nossos devedores:
*Da cada dia a Neschamah, a iluminação de uma das 50 portas de Binah
(plano superior) (o conhecimento, (memorias de vidas
o nascimento) passadas)

Não nos diexes cair na tentação:
*Opõem a misericórdia de Chessed, as “cascas”que crio em minha imago”
(resíduos astrais, de outras vidas, Karma)

*Quando desprezando um dos 32 caminhos de Chokmah
( caminho do Pai, lei da Justiça,
que molda o caráter do filho e o ensina a sobreviver)


*emito o rigor de Ruach, contra meus irmãos

(plano da alma, memorias)

E livrai-nos de todo o mal:
* preserva Neschamah, das atrações de Nefesh

(plano da alma imortal) (plano inferior, da alma instintiva
do plano físico, revelado)

*Livra-nos de Nahash,
( serpente, conhecimento instintivo)

Porque és a Realeza, e a Regra, e a Força em ação nos Eons, Amém!
*Porque és Resh, ou El, Tipheret, ou Yod, O Esplendor
Criador, (Pai) (Sol, Luz) (Origem) (Sol, Luz) (manifestação potencial) (Luz, nascimento)

*Yesod ou Mem, a Matriz, Nós, Elohim.
(memorias, instinto (útero) (Deuses) (Deuses e Deusas)
de conservação da vida,
o começo da forma)

Por tudo isto, considero o Pai Nosso uma grande ode à mulher; e adoro ver a cara das pessoas, de surpresa ou espanto, quando digo que o Pai do qual se fala no Pai Nosso, é o óvulo.

Todos estes conhecimentos me foram ensinados mais ou menos 12 anos atrás, quando ainda não se falava sobre estes assuntos que agora estão na moda, e que Dan Broun, teve a feliz idéia de transformar em um romance, atraindo a todos a estas Verdades fundamentais.

Ainda que sua obra é muito polêmica, não se pode deixar de admitir que ela tem levado as pessoas a pensar, e a muitas a começar a busca das Verdades Primordiais.

Considero que dessa forma foram “plantadas muitas sementes”, que darão bons frutos.

O gráfico n° 3, me foi mostrado um pouco depois de começar a trabalhar com a Árvore da Vida, e foi quando vi este desenho do percurso dos Chakras, nos Arquivos Akashicos.

Os pontos representam cada um deles, da forma como estão dispostos no corpo humano.

Seguindo a sequência como foi ensinada, e desenhando o fluido vital, primeiro vamos do chakra da Coroa ao chakra da Raiz, fazendo uma curva pelo lado direito, e depois seguimos o recorrido pelo lado oposto para manter o equilíbrio do simbolismo, (como em todos os símbolos), terminando novamente no chakra da Coroa, por onde se pode ver sair a energia ou fluido vital, ou para a Terra, mundo físico, ou em direção ascendente, ao próximo corpo, e assim sucessivamente, até o último, comunicando-se com os planos e os Seres Superiores.

Depois de completar o desenho, -que deve experimentar fazê-lo- vemos claramente a quarta parte de uma maçã desenhada.

Fazendo o mesmo processo, no lado oposto, obtemos meia maçã, como mostra o gráfico.

A maçã inteira, representa nossos quatro corpos, e por isso ela é tão mágica, por isso também se faz com ela magia de equilíbrio, harmonia e doçura.


Technorati : , , , , , , ,

3 comentários

Página 1 de 1
  1. Brigit
    Brigit às | | Responder

    Muito interessante sempre gostei da Kabala pois gosto e estudo a muitos anos o tarot…vc fala do espanto das pessoas qd se fala do óvulo. q.esta se falando no Pai nosso..fiquei imaginando os judeus…

  2. deny sabino
    deny sabino às | | Responder

    procuro a cura para o meu corpo

Deixe seu comentário