Por Todo o Sempre

Os Imortais

Grande é a Alma
Que guarda um pequeno amor,
Pequeno é o amor
Que não guarda uma Alma grande.

Porque sem a grandeza da Alma
Nenhum Amor sobrevive.
Assim é a Vida, Assim é a morte,
Quem tem ouvidos para ouvir, que ouça:
Quem tem palavras para dizer
Que as pronuncie.
Mas está escrito na estrelas
Que somente é digno de se tornar eterno
Tudo aquilo que conforma a Alma Humana.

Sendo assim, não armazene em suas memorias
O que não quer carregar por toda a eternidade.

Esse é o significado da Justiça:
Aprender a deixar para trás
O pesado fardo de antigas lembranças.

Porque não é de Justiça obrar assim,
Não é de justiça espalhar por “Todo o Sempre”
Aquilo que o Tempo
Fatalmente fará retornar ao Pó.

As mulheres são eternas
Porque são sois Estelares,
Pura Luz feita Mulher!
Os homens são perecedouros
Porque pertencem à Terra;
Entretanto elas precisam dos homens
Para poder brilhar e tornar-se eternas,
E eles precisam da Luz Estelar
Para tornar-se imortais.

Essa é a Justiça, assim nascem os Imortais,
Da união do Amor Imanente e Transcendente
Do homem,
Com a Luz Estelar, possuída, e liberada
Para Ser-Mulher!

By Debora Rocco

Este post participa da “Blogagem Inédita” do Interney.net.


Technorati : , ,

Deixe seu comentário