O Lado Escuro da Lua

Os Treze Guerreiros

OS TREZE GUERREIROS

O “Lado Escuro da Lua” tem muitas facetas de diferentes nuances; todas e cada uma delas devem ser vividas e experimentadas em profundos níveis de aceitação, porque a Deusa que vive em cada mulher deseja tornar-se uma Sacerdotisa da Grande Mãe.

Este “Caminho da Lua Escura”, é secreto e povoado dos mais altos mistérios masculinos, os quais precisam da “Luz da Mulher” para ser compreendidos intrínseca e totalmente.

É um caminho que está constituído de treze etapas, treze mistérios, representados por treze guerreiros que chegam à Luz em busca de Sabedoria e iniciação:

– O primeiro guerreiro, é O Guerreiro do Amor Inocente.
– O segundo guerreiro, é O Guerreiro do Amor Não Correspondido.
– O terceiro guerreiro, é O Guerreiro do Amor Fugaz do Primeiro Beijo.
– O quarto guerreiro, é O Guerreiro do Amor na Amizade.
– O quinto guerreiro, é O Guerreiro do Amor Tempestuoso.
– O sexto guerreiro, é O Guerreiro do Amor dos Sonhos.
– O sétimo guerreiro, é O Guerreiro do Amor na Busca.
– O oitavo guerreiro, é O Guerreiro do Amor no Encontro Real.
– O nono guerreiro, é O Guerreiro do Amor Imortal.
– O décimo guerreiro, é O Guerreiro do Amor Fraterno.
– O 11° guerreiro, é O Guerreiro do Amor das Almas Gêmeas
– O 12° guerreiro, é O Guerreiro do Amor como a Razão Mágica do Desejo.
– O 13° guerreiro, é O Guerreiro do Amor com a Outra Parte.

Iniciação

Cada etapa destas é pura compreensão, puro entendimento, pura vivencia; nenhuma delas deve ser confundida com a outra, pois umas são concretas e outras são abstratas.

Cada etapa é uma iniciação dupla, pois é a mesma tanto para o iniciado como para a iniciadora; sendo que nenhum dos dois tem conhecimento do processo pelo qual estão atravessando.

Disso tratam estas iniciações, dos processos do inconsciente que se desenvolvem em cada um dos involucrados, e do aprendizado que a experiencia implica para cada um deles.

O Primeiro Guerreiro

A primeira etapa, a do Guerreiro o Amor Inocente, desperta em ambos, na Deusa (mulher) e no Guerreiro (homem), a atração pelo sexo oposto; é o Amor platônico, o querer por querer, é aceitar o outro como fazendo parte central e total numa vida que antes era somente nossa.

A inocência deste Amor, é a chave desta etapa, representada pela ausência de expectativas, pelo não esperar nada, pois nada é preciso para viver este Amor, a não ser a existência do outro.

O Amor Inocente

Este é o amor que nos libera do egoísmo, pois não importa o ter ou não ao outro fisicamente; o único relevante é o sentimento que se apodera de nós e que nos ensina a olhar aos outros como parte integrante do nossas vidas.

É um sentimento gratuito, sem dependência e que não espera recompensa, um sentimento que somente procura ser em nós, para nos ensinar a não sofrer e nem fazer sofrer o outro.

O Mistério desta Iniciação é a aceitação pura da vontade do outro, que pode amar-nos a nós e a outros, sem que isso implique em uma aproximação física, pois na realidade o outro, é somente um prisma através do qual, o Amor Inocente pode expressar-se em nós.

Se este Mistério nos acompanha e não nos abandona, nos evitaremos a dor do “Caminho dos Espinhos”, ao longo de nossa vida, pois reconheceremos este Amor Inocente quando se faça presente novamente em nossa existência, sem confundi-lo com o Amor não Correspondido.

É muito importante compreender este Amor, pois é o único que traz paz à consciência, e mantem o equilíbrio mental quando este sentimento trata de uma relação proibida, e não podemos evitar o sentimento que surge de forma imprevista, quando o identificamos num olhar fugaz.

É uma doce emoção, que nos acompanha toda a vida, pois frequentemente nos encontramos amando por amar, sabendo de antemão que não resultará numa relação, seja pelo motivo que for.

Entretanto, poderemos amar e sonhar com qualquer pessoa, se fomos iniciados neste amor, pois saberemos que não é pecado amar assim, porque simplesmente estaremos amando o Amor, sabendo que esse ser humano é somente o foco do Amor Inocente, que se faz presente novamente em nossa existência, da forma mais doce e pura, a forma como amam as crianças, sem prejuízos nem dor para ninguém.


Technorati : , , , , , ,

Deixe seu comentário