O Festival de Yule

Yule, o Solstício de Inverno

Ele acontece por volta de 21 de dezembro no hemisfério Norte e por volta de 21 de junho no hemisfério Sul, e é a noite mais longa do ano.

A Deusa Mãe

Muitos celebram Yule com o festival da Luz, comemorando a Deusa como Mãe que dá nascimento ao Deus Sol.

Outros celebram a vitória do Deus da Luz (Rei do Carvalho) sobre o Rei das Sombras (Rei do Azevinho), porque a partir deste momento os dias serão mais longos a pesar do frio.

O Deus Cornífero

Yule é o tempo de celebrar o Deus Cornífero, e muitas tradições pagãs despedem-se da Deusa e dão boas-vindas ao Deus, que governará a metade clara do ano.

Em Yule a casa era decorada com azevinho, representando a metade escura do ano, para celebrar o fim da escuridão da Terra.

Antigamente os celtas, celebravam o Solstício de Inverno como uma forma de reafirmar a continuação da vida, pois este é o tempo de celebrar o espírito da Terra, e de pedir coragem para que possamos enfrentar os obstáculos e as dificuldades até a bem vinda Primavera.

A Fogueira Iluminando o Yule

É um momento para se contar histórias, para canta e dançar com a família, celebrando a vida e a união entre todos.

Neste Sabbat a Luz é a “estrela” principal, que com sua magia, seja o fogo da lareira, seja de uma fogueira, de velas, etc.,traz de volta o Sol para nossa vida, nossos corações e nossas mentes.


Technorati : , , , , ,

Deixe seu comentário