Natal 2009 – Tradições Natalinas

Photobucket

La Fiesta de las Posadas e os Aguinaldos

Uma forma de ter sempre presente as coisas que aconteceram em tempos remotos é a través dos costumes e das tradições.

As tradições são fatos que se transmitem de uma geração a outra de forma oral ou escrita.

Esta palavra -tradição- provêm do latim traditio, do verbo tradere, que significa entregar; poderíamos dizer talvez, que tradição é o que os antepassados nos entregaram a través dos tempos e que nós legaremos (entregaremos) aos nossos descendentes.

Como em qualquer tradição e costume, no caso do Natal o mais importante não é meramente o aspecto externo da celebração mas sim o significado intrínseco nela contida, e por isso temos de conhecer o por que e para que celebramos determinadas tradições e costumes, para assim poder vivê-las em nosso interior de acordo com o significado que lhes deu origem.

Podemos encontrar muitas tradições e costumes que celebram-se no tempo do Advento e no Natal, mas meu post deste ano será sobre uma tradição em especial que cativou meu coração pelo seu significado.

As Pinhatas – Origem desta tradição:

As pinhatas originaram-se na China, onde ao começar o ano chinês na primavera, celebra-se uma cerimônia na que eles faziam com papel a figura de um boy, a cobriam com papeis coloridos e penduravam nela ferramentas agrícolas.

As cores da figura simbolizavam as condições em que se desenvolveria a agricultura o ano seguinte; recheava-se o boy com cinco tipos de sementes que caíam quando os Reis Mandarins batiam na pinhata com varas de diferentes cores.

Depois de vazia, ela era queimada e as pessoas procuravam pegar uma parte das cinzas, pois acreditava-se que estas sementes trariam boa sorte durante todo o ano seguinte.

Com o tempo este costume chegou à Europa, e na Itália lhe deram um sentido mais religioso utilizando-as nas festas da Quaresma, as quais também celebram-se no inicio da primavera.

A pinhata também se faz com uma panela de barro coberta com papel de cores brilhantes, representando assim, o mal, como algo chamativo e cativante para os seres humanos, de forma a fazê-los cair em tentação.

A pinhata clássica é como uma estrela de sete pontas que representam os sete pecados capitais: soberba, avareza, luxuria, ira, gula, inveja e preguiça.

Fe : acreditar sem ver

O fato de termos os olhos vendados ao bater na pinhata significa atuar com fe, virtude que nos permite acreditar sem ter que ver.

A força da virtude que rompe com os falsos deleites do mundo estão representados pelo pau com que se bate na pinhata.

As virtudes que ele representa e que temos de cultivar para vencer os pecados capitais são as seguintes:

Vencemos a soberba, com a humildade.
Vencemos a avareza, com a magnanimidad.
Vencemos a ira, com a paciência.
Vencemos a inveja, com a generosidade.
Vencemos a luxuria, com a castidade.
Vencemos a gula, com a temperança.
Vencemos a preguiça, com a presteza.

Desta forma o mal é destruído e assim descobrimos os frutos que há dentro da pinhata , e que representam as dádivas do Criador.

Pinhata

O conteúdo da pinhata é símbolo do Amor do Criador e a rompermos com o mal, obtém-se os bens almejados.

No México, os Mayas, tinham um jogo no qual quebravam uma panela de barro repleta de chocolate; o faziam com os olhos vendados enquanto ela se balançava de uma corda.

Os missioneiros da época acharam que poderiam usar o jogo para a evangelização, e assim lhes ensinaram o significado religioso das pinhatas promovendo que fossem quebradas durante o tempo do Advento nas “Fiestas de las Posadas”.

Os “aguinaldos” são bolsinhas ou cestas contendo doces e bolachinhas que eram entregadas para as pessoas que pela idade ou por problemas de saúde não podiam aproximar-se das coisas que caiam das pinhatas.

Isto era feito para que ninguém deixasse de receber os benefícios da pinhata e para que assim todos pudessem participar da alegria da festa.

Ao repartir os “aguinaldos” é preciso ter em mente que todos levamos dentro de nós o nosso próprio “recheio”, ou seja, uma serie de qualidades e de dons que devemos descobrir e desenvolver para poder compartilhar com os outros, pois quando o fazemos, nos tornamos plenos de felicidade tanto ao dar como ao receber.

Desta tradição originou-se a crença de que rasgar os papeis ao abrir os presentes traz sorte para quem o recebe, e também o costume de colocar adornos coloridos nos presentes, muitos deles em forma de estrelas de muitas pontas, sendo isto uma parca lembrança da pinhata tradicional em forma de estrela de sete pontas.

Então não esqueça de viver as tradições e os costumes natalinos com o significado interior e não somente com o externo, pois mesmo que muita gente pensa ou acha que as tradições foram inventadas só para se divertir e pelo consumismo relacionado com elas, na verdade ha um significado exato e especial por trás de cada uma delas, com um sentido muito profundo desde sua origem.

Se você procurar viver a beleza e a profundidade do significado das tradições, -sejam elas quais forem- certamente terá preparado seu coração com o verdadeiro Amor pelo Criador e pelo próximo para celebrar o Natal.

Feliz Colheita Natalina a Todos!

Imagens: Lucy Nieto veronica


Technorati : , , , , , , , , , , ,

Deixe seu comentário