Mistérios Masculinos – 1° Parte

Espírito Ancestral

A Fogueira dos Tempos

Que amargura…

Ver tantas ilusões antigas e esperanças futuras, despedaçar-se sob o peso de cada grão de areia que se leva o tempo.
E ainda assim… as horas passam e não se levam nem o tempo, nem os Espíritos; porque aquele que lembra da primeira batalha pela Vida, é um Espírito Ancestral que caminha sob a Terra.

O espírito humano dos homens de hoje, não é igual ao espírito no Tempo, porque quem esquece a Luta Primordial, não lembra a face da morte na própria carne, na carne do Espírito.

Espíritos Guerreiros

Tudo é vão quando esses tempos de Espíritos e Guerreiros transformam-se em nevoa no pó dos ossos.

Tudo é vão, quando seus ossos não lhe contam as historias da Aurora do Novo Mundo, quando as vozes dos profetas não encontram eco nos colares, que você deveria carregar com a honra que arrasta os valentes, aos campos cobertos de sangue, para garantir o despertar daqueles que dormem o Sono Eterno.

Poucos são os homens que ainda procuram as pegadas, dos sinais que ficaram marcados nas trilhas dos que um dia foram seus ancestrais.

Mas muitos são os que esforçam-se por apagar os rastros, que Vermelhas Peles nos legaram, para que sempre estivesse presente o Fogo da Fogueira, onde imolam-se os corações como um ato de sacrifício aos Deuses.

A Fogueira Estelar

Fogueira Estelar, que jamais poderá ser extinguida, porque somente chegam a ela, aqueles que aprendem a caminhar com o coração nas mãos, pois sabem que seu destino final é arremessá-lo nela, para que se torne cada vez maior, e ilumine, assim, o caminho dos que vem atrás.

Somente chegam a ela, os que não tem pressa de encontrá-la, pois sabem e aprenderam a escutar desse coração, que o importante é o que acontece no tempo que transcorre antes desse instante.

E nesse momento voltaremos a ser a soma das experiencias da senda, voltaremos a ser Gigantes Guerreiros, voltaremos a ser a essência da luta pela Vida, que é e que sempre será.

Esse é o Mistério Masculino: voltar a ser o ” Guerreiro Existencial”, o que habita na
“Fogueira dos Tempos”, o que é Fogo e é Ar e é Terra, mas nunca Água, pois é por ela, pela que devem lutar, pela Água de Vida, que propaga a existência.

O Homem de Hoje

Mas, o homem de hoje, lhe teme à Água, porque é Fogo, e teme ser destruído por ela, pois ignora sua origem, por isso lhe teme à Vida, por isso nega-se a lutar e a beber do único elemento do qual precisa para ser eterno.

O homem de hoje, ignorante de sua origem cósmica, não sabe que a Água da Vida, jamais poderia apagar O Fogo da Fogueira dos Tempos, pois nela palpitam os corações que sacrificaram-se para que a Essência da Vida mesma, se derramara por sempre por todos os confins do Universo.

Nome Cósmico: uma Centelha Divina

Cada homem de hoje, contem em seu Nome Cósmico, uma centelha dessa Fogueira, que espera unir-se a outras, para que a Vida possa seguir seu curso segundo a Lei.

Leia segunda parte no próximo post!


Technorati : , , , , , , ,

Um comentário

Página 1 de 1
  1. alex
    alex às | | Responder

    podia dizer se sou bruxo deborah?? é sério
    eu posso prever acontecimentos e prever lugares por onde ando e coisas que pessoas irão falar antes de falarem, eu só tenho 13 anos mas já sinto esse poder!

Deixe seu comentário