Litha 2011

Litha 2011

Celebração de Litha

O Altar

Altar de Litha

A forma ideal de decorá-lo é em vermelho, amarelo, laranja e verde, juntamente com imagens do Sol; para completar colocaremos toalhas vermelhas, azul ou cor de laranja, iluminando-o com velas douradas, vermelhas e amarelas.

Floreiros com botões de flores, guirlandas de flores e flores da estação serão muito adequadas para embelezar a casa.

Como oferenda colocam-se flores com forma de sol e nas cores que nos lembrem esta época: margaridas, girassóis, calêndulas, camomila.

O Círculo

Podemos fazê-lo com ramas verdes e pequenas pedras; se não puder fazer uma fogueira acenda muitas velas.

Tradição Eslava

Colocaremos uma vasilha com mel representando a doçura da vida, juntamente com vários girassóis e uma imagem do Sol.

Sobre o Altar colocaremos representações das metas u objetivos que já alcançamos, de situações que terminaram, e/ou também de hábitos que desejamos superar, além de uma vela de cor cálida; tudo isto deverá ser retirado do Altar antes de Lughnashad.

Deixaremos sobre o Altar uma bolsinha de papel com as seguintes ervas secas: hera, lavanda, camomila, verbena, rosa, violeta, canela; todas ou algumas delas.

Também precisaremos um pratinho com seu fundo coberto com sal grosso para esta parte do ritual.

Mentalizaremos os problemas, doenças e sofrimentos sendo enviados para a bolsinha de ervas enquanto a vamos enchendo; depois a fechamos com um fio vermelho e acendemos uma vela da mesma cor no Altar, para fechar o círculo e realizar as invocações.

Começaremos o ritual com uma invocação ao Sol:

“Saúdo ao Deus,
ao Rei Carvalho neste grande dia;
peço que seu poder preencha
e purifique meu ser, Fogueira de Litha
para que eu entenda que tudo o que nasce,
cresce e deve morrer.
Mas que da mesma forma como morre, também renascerá.”

Seguimos com a segunda invocação:

“Deuses da Natureza,
Ela vibra com vossa energia,
a terra banha-se de calor e de Vida.
É chegado o tempo de deixar os problemas no passado,
é tempo de purificação.

“Sol que arde, queima tudo o que não seja de utilidade,
toda a dor e tudo o que seja superficial com Teu Poder Onipotente,
para que dessa forma eu seja purificada/o.

Ateamos fogo à bolsinha de ervas na vela vermelha e a colocamos encima do pratinho com sal grosso, deixando-a queimar até o final, enquanto dizemos:

Litha 2011

“Agora consagro esta bolsinha de ervas
Como meu talismã,
Através do Poder de minhas Divinidades.
através dos Poderes do Sol,
com os raios da Lua e o brilho das Estrelas.
Assim fica consagrado através dos Poderes dos
4 Reis Elementais.”

Imaginar que se queima e desaparece tudo aquilo que é negativo e que colocamos na bolsinha de ervas.

A seguir fazemos nossa petição:

“OH! Deuses, peço que nesta mágica noite,
tornem minha vida plena de alegria, paz e prosperidade,
pois estou sintonizada/o com a maravilhosa
energia, que se encontra no encantado ar
desta noite do Solstício de Verão.

Estejam comigo e sintam meu mais profundo agradecimento pelas bênçãos recebidas.”

Depois ficamos em silencio alguns instantes para sentir que estamos sendo purificados pelos Poderes invocados.

Imagens: Cristiano BettaquantumbutterflyMagic MadzikEponabrinurpax

Um comentário

Página 1 de 1
  1. astrid
    astrid às | | Responder

    muito lindas eu gostei

Deixe seu comentário