Litha 2010

Litha

Ritual de Litha

Itens necessários:

– O Caldeirão com água ou vazio (depende de sua necessidade)
– Um saquinho de papel ou cartolina nas cores verde, dourado ou azul
– Uma vela vermelha
– Incenso de tomilho, verbena, alecrim, ou benjoim
– Sal grosso
– Frutas, verduras da época e vinho tinto, sidra, e chá de valeriana
– Ervas: artemísia, verbena, camomila, lavanda, hera, samambaias,
– Flores: rosas, margaridas e cravos
– A Varinha Mágica
– O necessário para acender uma fogueira

Os que tiverem a possibilidade acenderão uma pequena fogueira no quadrante Sul de seu pátio jardim ou no espaço que escolheram para esta finalidade.

Também devemos levar o nosso Caldeirão com água (representando as chuvas que chegam com o verão) e colocá-lo no lado Oeste do lugar; no Este acenderemos algum incenso de tomilho, verbena, alecrim, ou benjoim, e por último no Norte colocaremos uma pequena terrina contendo sal grosso.

No centro do lugar faremos um pequeno Altar, podendo ser simplesmente um pano no chão ou algo mais elaborado como uma mezinha; nele colocaremos frutas y verduras da época, alguma das bebidas citadas na lista acima e qualquer uma das seguinte ervas: artemísia, verbena, camomila, lavanda, hera, samambaias, e podemos adorná-lo com rosas, margaridas e cravos.

Quando tivermos tudo isto pronto e com a fogueira ainda apagada, acendemos a vela vermelha, e parados ao lado do Altar e de frente para o Leste, fecharemos os olhos e diremos:

Grande Deusa,
Mãe da Mãe da Mãe de Minha Mãe,
Origem das Linhagens Sagradas,
Peço que testemunhes esta celebração!

Depois apontaremos a varinha para o Leste e com os olhos fechados começaremos a traçar um círculo imaginário de energia dourada na altura do horizonte, em sentido anti-horário e diremos:

“Este lugar e eu estamos rodeados e protegidos pelo Círculo Sagrado do Amor Eterno”

Deixando a varinha no altar começaremos a colocar no saquinho feito de papel as ervas que tivermos; se conseguir um pouco de cada uma melhor, caso contrário coloque as que conseguir.

Enquanto o fazemos devemos imaginar que estamos colocando junto com as ervas no saquinho os nossos problemas, as nossas dores, doenças e pesares; quando terminarmos ataremos a bolsa com uma fita vermelha e o deixaremos no Altar.

A seguir de pé diante o Altar e voltados para o Norte, levantaremos os braços e diremos:

“Agradeço nesta hora sagrada à Deusa e ao Deus pela riqueza e pela Vida!
Peço que terminem aqui todos os pesares e os problemas!”

Agora pegue o Caldeirão e caminhe ou dance ao redor do círculo de proteção que foi traçado no inicio em sentido anti-horário, jogando água para cima com a mão direita, simulando a chuva; enquanto o faz diga:

“Assim como sei que o Sol é necessário para que a Vida possa existir, também sei que sem a chuva a terra não seria nutrida para que nos dê os seus frutos!”

Deixe o Caldeirão no Oeste novamente e volte agora ao Altar; pegue novamente a varinha mágica e diga:

“Este ritual é minha celebração do verão,
Eu a saúdo Grande Deusa e ao seu consorte o Deus!
Sinto como toda a natureza vibra com a energia de ambos,
E como a terra está sendo abençoada
Com o calor da Vida!

Este é o tempo de esquecer os problemas
E as preocupações,
Este é um tempo de purificações!

Sol ardente, peço agora que em teu Grande Poder
seja queimado tudo aquilo que é inútil, ruim e daninho
Peço ser Purificada/o!”

Litha-fogueira

Deixamos a varinha no Altar, acendemos a fogueira, e a seguir queimaremos nela o saquinho com as ervas.

Se você faz a celebração dentro de casa, ou num lugar fechado por causa do mau tempo ou outra razão qualquer, não poderá fazer a parte que simula a chuva, então neste caso coloque a vela vermelha dentro do Caldeirão, e deverá queimá-lo na chama da vela vermelha, deixando-o terminar de queimar dentro dele.

Diga as mesmas coisas como se tivesse acendido a fogueira.

Sinta e imagine que com o saquinho se desvanecem todos os seus problemas, e tenha a certeza de que de alguma forma a solução deles chegará logo para você.

Depois de alguns momentos diga:

“Grande Deusa, Grande Consorte da Deusa!
Peço que a través da magia da noite de Litha
Abençoe-me minha vida com as boas coisas da Vida.
E faça de mim um canal pelo qual
As suas dádivas sejam distribuídas a toda a Humanidade
E ao Planeta como um todo!

Que assim seja!

Agora pode sentar-se e desfrutar dos alimentos e bebidas que estão no seu altar; obviamente este ritual pode ser feito com mais pessoas, ou você fazê-lo sozinha/o dentro do circulo e depois de terminar abrir o circulo e convidar as pessoas para acompanhar você no banquete.

Para abrir o circulo aponte a varinha para ele no ponto Leste e absorva a energia para o seu corpo através dela, enquanto gira por todos os pontos cardeais retornando ao Leste.

Se sobraram ervas presenteie-as aos presentes ou aos amigos e pessoas da família pois estarão abençoadas.

Com as flores pode enfeitar sua casa ou dá-las de presente como as ervas, ou seja distribua tudo o que sobrar mas guarde alguma coisa para você.

Como esta época é para compartilhar, podemos juntar roupas e coisa que não usaremos mais e doá-las para quem delas necessitar; os que celebram o Natal,

podem levar um pouco desta celebração para essa comemoração, convidando aqueles que estarão com você nessa data para fazerem um “bazar do desapego” na noite do 24, e depois fazerem as vezes se Papai Noel e sair a distribuir esses presentes no dia 25.

Lembrem também que esta data é excelente para aqueles que desejam fazer a sua Dedicação!

E finalmente, não esqueça de deixar o lugar limpo e em ordem, da mesma forma como o encontrou.

A Mãe Natureza agradece!

Imágnes: vintagedeptEponabri


Technorati : , , , , , ,

Um comentário

Página 1 de 1

Deixe seu comentário