Historia da Bruxa – 10

 photo vela Norte.jpg

A Tenda da Lua Crescente – Ultima Parte

 

Então o Quadrante Leste “respira”, na Lua Crescente, é para insuflar vida em algo ou para se desfazer de algo: magia com o Caldeirão e a Colher de Pau.

O Quadrante Sul tem “som”, aqui trabalhamos para dar vida a algo ou para afastar algo: magia com a Ânfora e a Vassoura de Palha, na Lua Cheia.

O Quadrante Oeste nos traz a Chave do Êxito que guardamos no baú, nas memórias inconscientes, por isso Água, magia na Lua Minguante.

 photo cajado.jpgO Quadrante Norte, “Ilumina”, magia com o Cajado e o farol ou vela, Amor Maior, o Amor da Deusa (Triluna), o Amor da Mãe Terra. Magia na Lua Nova!

Como seria uma magia com estes objetos que encontrou no Norte de sua Tenda da Lua?
– Perguntou-se a bruxa parada diante do Quadrante Norte.

Era bastante simples: acender a vela na cor em sintonia com o desejo do projeto que iniciaria na Lua Crescente, mas antes disso passar a vela em si mesma, escrever o símbolo do desejo nela, acende-la e bater o Cajado levemente quatro vezes no chão e levantá-lo, imaginando que dele emana uma enorme Luz em direção ao Cosmos para “iluminar” a concretização do nosso desejo.

Nesse momento pediria à Deusa o que desejamos, imaginando a seguir o desejo feito realidade.

Muito bom! Agora era só esperar pela Lua Crescente e começar a trabalhar em seu projeto-desejo seguindo o Tempo Circular com a Bússola das Luas!

Imagens: alemaner – D’nara Rocco

 

Deixe seu comentário